Fone/WhatsApp: (53) 99957.3740
Skype: jackeline.berger4
jackeberger@gmail.com

Suas Crenças são os arquitetos do seu Destino

June 5, 2017

 

Nossos pensamentos possuem um poder psíquico. Conforme escolhemos nossos pensamentos, criamos a nossa realidade. Esses pensamentos são gerados a partir de crenças centrais que desenvolvemos ao longo de nossas vidas, com base em tudo aquilo que já vivemos, desde a nossa infância até os dias de hoje.

 

As crenças centrais se instalam geralmente na 1ª infância, até cerca dos 7 anos, tanto as positivas quanto as limitantes. Essas crenças podem ter origem em diferentes níveis: histórico, primário, genético ou de alma.

 

Nascem com a nossa educação, traumas vividos, experiências repetidas e todas aquelas coisas que nos falaram e incorporamos como verdades absolutas. São princípios de ação inconscientes, ideias equivocadas e distorcidas da realidade que norteiam nossas vidas e influenciam nosso comportamento, motivando-nos. Positivamente, quando nos impulsionam  e abrem caminhos para o alcance de objetivos e ou limitantes, quando nos impedem de realizar  determinadas tarefas.

 

Exemplo:

A criança que não se sentiu amada na infância, poderá desenvolver a crença de DESAMOR, “Se meu pai e minha mãe que deveriam me amar, não me amam, então quem vai”?

 

A pessoa tem a certeza de que sempre será rejeitada e, através desta crença central, adquire crenças intermediárias como:

 

Não sou bom o suficiente para ser amado. Sou diferente, indesejável, feio, imperfeito, não tenho nada a oferecer, não sou amado, querido, sempre serei rejeitado, abandonado, sempre estarei sozinho.

 

A partir daí, começa a ter pensamentos negativos sobre si mesmo e ou sobre os outros e o mundo. Passa a viver no medo de se mostrar verdadeiramente. Cria uma máscara, começa a “se disfarçar” e passa a acreditar que, somente através dessa “máscara", será aceito e amado. E criam-se, então, crenças apoiadoras.

 

Exemplo:

Eu preciso ser perfeito para ser amado, eu preciso agradar aos outros para ser amado, se eu disser “não”, ninguém vai me amar ...

 

Agindo assim, a pessoa começa a sentir-se inferior e começa a retroalimentar o ciclo de crenças com novas crenças centrais: DESRESPEITO, DESVALOR ( Ela acredita ser inaceitável e sem importância), e tudo isso vai crescendo e se transformando em uma imensa bola de neve... Uma crença central que gera uma intermediária, que geram pensamentos, que geram determinadas emoções e que vão nos desequilibrando e nos deixando vulneráveis a doenças.  

 

E este ciclo pode levar anos, uma vida inteira às vezes. E enquanto você não tomar consciência dessas crenças e assumir o controle  da própria vida, suas escolhas serão moldadas e influenciadas pelos desejos e expectativas (conscientes ou inconscientes) dos outros e você passará a viver e ser, alguém que não é você.

 

Faça a escolha de viver sua vida com graça e leveza, sendo quem você realmente É. Conecte-se com seu Eu Superior, tome consciência de suas crenças limitantes e as substitua por crenças positivas. Assim, você se liberta de tudo que já não lhe serve mais e  passa a emitir um novo sinal pro universo que vai entrar em sintonia e atrair outros semelhantes, formando um novo padrão de consciência e fazendo com que tudo comece a conspirar a seu favor.

 

 

 

Please reload

Posts Recentes

February 19, 2018

Please reload

Procurar por categoria
Procurar por tags